Tempo / Previsão

Notícias

Entrega do Título Cidadão Novapalmense

21/06/2019


Na noite da Quarta Feira, dia 19 de Junho de 2019, foi entregue o Titulo de Cidadão Novapalmense  à Senhora Maria de Lourdes Dalmazzo Rossato e ao Senhor João Alberto Cottens Ghisleni. 

"HISTÓRICO DE MARIA DE LOURDES DALMAZZO ROSSATO:

Maria de Lourdes: assim foi batizada ao nascer no dia de Nossa Senhora, em 15 de agosto de 1952, há 66 anos. Vinha ao mundo uma menina que teria um futuro de muitas lutas e provações pela frente. A primeira delas foi, aos 40 dias do nascimento, fazer uma longa viagem de Ribeirão, em São João do Polêsine, até Vicente Dutra, do centro ao norte do Estado, junto à sua família, que buscava uma vida melhor na costa do Rio Uruguai, na divisa com Santa Catarina.

Foi em Vicente Dutra que iniciou seu trabalho social, começou como catequista, foi ativa nas campanhas eleitorais na cidade e professora do ensino básico por 10 anos. Gostava tanto de ensinar e aprender que seus alunos povoam sua memória até os dias de hoje.

Do norte do estado, voltaria para se casar com Darci Antônio Rossato, que sempre a apoiou em sua caminhada. Sua vida mudaria totalmente em Nova Palma, onde cuidou de seu sogro e sogra até o fim de suas vidas e onde teve seus três filhos, Alexania, Mateus e Marcus e de onde tanto espera a visita da neta Isabela na sua Casa dei Fiori, local onde, em meio às suas orquídeas e à natureza recarrega suas energias.

Em Nova Palma, sua vida política foi alavancada quando, no auge do período de redemocratização do país, participou das ações das Diretas Já, em 1984. Em 1983, ingressou na luta pelo direito das mulheres no Movimento das Mulheres Trabalhadoras Rurais, hoje movimento das Mulheres Camponesas. Foi nesse período que se inseriu nas lutas pelo salário maternidade para as mulheres da roça. Para esta conquista, muitas foram às mobilizações em Porto Alegre e viagens a longínqua Brasília, em viagens de mais de 40 horas de ônibus.

Em 1996 integrou a Direção Executiva do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Nova Palma, entidade que trabalha até hoje. No Sindicato, ocupou a função de tesoureira por quatro anos, de 1996 até o ano de 2000, quando assumiu a função de Secretária, até os dias de hoje. 
Na regional sindical, junto a FETAG, é a Coordenadora da Comissão de Previdência Social e da Comissão de Aposentados Rurais. 
De janeiro de 2016 a fevereiro de 2018, assumiu a coordenação do Movimento Sindical da Regional da Quarta Colônia, mobilizando e dirigindo as Audiências Públicas nas Câmaras Municipais de Vereadores da região, contra a Reforma da Previdência proposta pelo Governo Temer.

Nestes anos todos, como sindicalista, animou muitas mulheres agricultoras, para lutar pelos seus direitos, se engajou como poucas pelo bom, pelo justo e pelo melhor para a classe trabalhadora e se dedicou para que os trabalhadores e trabalhadoras do campo tivessem seu direito à aposentadoria garantida. Junto com seus companheiros e companheiras, participou em muitas ações do Grito da Terra, em Porto Alegre e em Brasília, na Marcha das Margaridas, também em Brasília, nos Congressos da Contag e Fetag, nas Romarias da Terra e em tantas outras lutas neste Rio Grande. 

Esses anos todos no Sindicato embranqueceram seus cabelos, mas também tornaram Maria de Lourdes uma mulher mais forte e reconhecida por muitos agricultores e agricultoras, que veem nela a esperança de um dia terem sua aposentadoria, seu salário maternidade, seu auxilio doença, sua pensão garantidos.

Foi por entender que as conquistas são frutos da luta que sempre dedicou sua vida para a organização popular. É na organização das mulheres, do sindicato e da igreja que Maria de Lourdes realiza sua missão todos os dias. 

Pela entidade sindical, representando os trabalhadores rurais, participou como titular de diversos conselhos das administrações do município de Nova Palma, a saber: Conselho Municipal de Saúde, Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Conselho Municipal da Assistência Social e Conselho Municipal do Idoso. Também integra a rede de Intersetorialidade e o Comitê Municipal do Programa União Faz a Vida, desde a criação do Programa no município, há mais de vinte anos. Como suplente, é conselheira do Conselho Municipal da Agricultura, Conselho Municipal da Defesa Civil, Conselho Municipal do Meio Ambiente e do Conselho Municipal da Habitação. 

Além do trabalho sindical, se dedicou ao cooperativismo no Sicredi, sendo eleita Conselheira de Administração Efetiva no Sicredi Quarta Colônia, para o pleito de 2006 a 2011, e posteriormente para o cargo de Vice Presidenta da Cooperativa de Crédito entre os anos de 2011 a 2014. A partir deste ano, após a união com a Sicredi Região Centro, passou a ocupar o cargo de Conselheira de Administração como suplente, até os dias de hoje. O quê a motiva nestes anos todos no ramo do cooperativismo é a possibilidade que o associativismo apresenta aos trabalhadores de construírem suas vidas e seus negócios de uma forma mais humana e mais justa. 

Esta é uma breve e linda história de vida, e parafraseando a escritora Cora Coralina, Maria de Lourdes diria: “Eu sou aquela mulher que faz a escalada da montanha da vida, removendo pedras e plantando flores”.

HISTÓRICO DE JOÃO ALBERTO COTTENS GHISLENI

Nasceu aos 28 dias do mês de novembro de 1950, na localidade de Augusto Pestana, então município de Tupanciretã, filho de Adelino Jacob Ghisleni e Iolanda Carmen Cottens Ghisleni.

Viveu sua infância na pequena localidade de São Pedro do Pontão, Distrito de Tupanciretã, onde foi alfabetizado na escola primária da localidade, pela professora Lídi Treméa.

Aos 12 anos de idade, passou no concurso “admissão ao Ginásio”, no colégio Santo Ângelo, dos Irmãos Maristas, em Santo Ângelo, e para lá foi morar e estudar, parando na casa de seus tios Serafim e Maria Ghisleni. Cursou o Ginásio no Colégio Santo Ângelo, sendo que em 1964 sua família mudou-se do interior, para a cidade Santoangelense, onde seu Pai comprou um “Bar e Armazém”, para tirar o sustento da família, de mais 4 irmãos.

Depois do Ginásio, João Alberto cursou o “Técnico de contabilidade”, no mesmo colégio, quando em 1966, no último ano, foi um dos fundadores do Famoso conjunto na época da jovem guarda, Os Fugitivos.

Em 1971, acompanhando a trajetória musical dos Fugitivos, e também para fazer uma faculdade, mudou residência para a cidade de Santa Maria, onde cursou a faculdade de Educação Física.

Em 1975, terminando o curso de Educação Física, casou-se com Beatriz Maria Ghisleni, transferindo residência para Nova Palma, quando iniciou sua profissão de Professor de Educação Física, na Escola Cenecista de 1° e 2° graus, de Nova Palma. 

Em 1976 prestou concurso para o Magistério Estadual, onde passou em um dos primeiros lugares e logo foi chamado para lecionar no Estado, escolhendo Nova Palma por destino, e foi lotado na Escola Tiradentes, onde trabalhou, sempre em sala de aula, por 32 anos, como professor de Educação Física. Na sua carreira de Professor sempre atuou, além da disciplina Educação Física, com a Banda Marcial da Escola, com o Coral, e como treinador das diversas categorias esportivas, onde a escola participava das competições estaduais e regionais.

Em 1980, foi um dos fundadores de SERC Nova Palma, o conhecido Novapalmense, clube social, com sede campestre, quadras de esportes e piscinas, além de ampla área de lazer. Atuou como Presidente desta sociedade por 12 anos, logo depois de sua fundação. Hoje ocupa mais uma vez a presidência do clube, que está na eminência de completar seus 39 anos de fundação em 3 de setembro de 2019. 

Em 1992, ingressou na carreira política e foi eleito Vereador em Nova Palma pelo partido do PMDB.

Em sua carreira política, obteve cinco mandatos de Vereador na Câmara de Vereadores de Nova Palma, onde administrou a Casa por cinco vezes como Presidente.

Da Câmara de Vereadores, sente muitas saudades do contato com os colegas, em cada tempo, de poder ajudar as administrações que passaram em seus mandatos, da seriedade com que os funcionários da Casa desempenhavam suas funções em cada tempo, especialmente quando presidiu a Casa.

Presidiu também nesta caminhada, as mais variadas Comissões da Casa, sempre primando pela seriedade e trabalho em favor da população.
Na política, atuou por 4 mandatos como Presidente do PMDB, e é o atual Secretário da Executiva do partido.

Foi, enquanto Vereador, o Fundador do PODER LEGISLATIVO DA QUARTA COLÔNIA E REGIÃO, no ano de 2005, junto com o então Vereador de Silveira Martins, Gláucio Boelter.

Sua família: Possui 3 filhos – Taís, Rafael e Eduardo. Taís, casada com Oberdan Pippi. Lhe deu dois netos: Lara e Pedro, e sua vida tem sido muito feliz em razão disto também.

Como ex-político, o que mais lhe deixa realizado, é olhar para o passado e notar, aqui e acolá, alguns feitos que tiveram sua participação, especialmente na política e na sociedade Novapalmense, que resultaram em algo que está favorecendo a população de Nova Palma.
Considera muito agradável, sair à rua e reconhecer, no rosto das pessoas, a simpatia e o carinho de quem encontra, no dia a dia  "

Horário de Expediente
Manhã: 7h30min às 11h30min
Tarde: 13h30min às 17h30min

Av. Dom Érico Ferrari, 145, Nova Palma/RS

Telefone: (55) 3266-1642 / E-mail: contato@camaranovapalma.rs.gov.br

© 2014 Câmara Municipal de Nova Palma. Todos os direitos reservados.